A muitas décadas, a indústria brasileira se depara com um forte concorrente em atuação no mercado nacional: o produto chinês. Se depara ainda com um sistema burocrático que não ajuda em nada na concorrência com os produtos asiáticos, mas baratos e abundantes em todos os segmentos. Com o passar dos anos, a China passou a investir mais em qualidade e em produtos tecnológicos, muito procurados pelos brasileiros. Ficou ainda mais difícil para a indústria nacional concorrer com eles.

E por mais que os produtos chineses sejam uma pedra no sapato do empresário da indústria brasileira, há algumas ações que podem render bons resultados. Veja a seguir 5 dicas para ter mais vantagens sobre a concorrência chinesa.

1) Potencialize a gestão financeira e contábil

Gestão financeira, contábil, de pessoas e de processos: todos os processos devem ser integrados e alinhados com a proposta da empresa. Nem sempre esta é uma prioridade dos gestores da indústria, mas diante de um mercado tão competitivo, não dá para negligenciar a integração de todos os setores da empresa.

Para isso, uma solução interessante são os sistemas digitais desenvolvidos para a indústria, em que é possível cadastrar dados de todas as etapas e processos da empresa em um só lugar, com segurança, fornecendo dados em tempo real para que os gestores tenham melhor poder de decisão.

2) Efetive processos mais enxutos

O que é possível fazer hoje para que a sua produção seja mais dinâmica, ágil e enxuta? Há várias metodologias que podem ser aplicadas de modo estratégico, como a chamada Lean Manufacturing. Há ainda algumas ações que podem ser efetivas para fazer frente à concorrência, como a gestão de estoque, aplicação de boas práticas de redução de riscos, acidentes e de manutenção preventiva, rotinas de qualidade em função da melhoria contínua, etc.

3) Busque parceiros e vantagens para a produção

Os produtos chineses são mais baratos, pois há um grande respaldo e incentivo do governo, seja nos tributos, nos impostos e políticas de contratações e em outros aspectos, que tornam a matéria-prima mais barata e a produção mais em conta, permitindo produzir muito mais do que qualquer país.

indústria

Uma dica para competir com estes produtos é buscar parceiros, principalmente entre os fornecedores, e vantagens para a sua empresa, juntamente com uma assessoria contábil especializada na indústria. A configuração certa do seu negócio e o apoio mútuo entre diferentes players do processo produtivo pode render ótimas oportunidades.

4) Invista em tecnologia

Uma forma de competir com os produtos chineses é produzir alicerçado na tecnologia. Os produtos chineses vêm avançando neste quesito e há uma grande necessidade da indústria brasileira frente à transformação digital. De qualquer forma, adquirir tecnologias e metodologias ágeis de gestão já é uma necessidade. A novidade é que em termos de tecnologia, que avança a cada dia e que se torna cada vez mais acessível, é neste território justamente que é possível que as empresas nacionais, em especial a indústria, encontrar um espaço de competição e superação.

5) Marca nacional como diferencial na divulgação

Como ocorre em muitos outros países que também concorrem com os chineses em seu próprio território, uma forma de competir é buscar validação junto ao público de um produto genuinamente nacional, que traga esta referência em nas estratégias de marketing. Pode ser uma saída para o seu negócio, ainda mais em se tratando de produtos prontos para o consumo.

Veja também: Segurança da Informação e Contabilidade – Como ter lucro e evitar riscos

O que achou das dicas sobre manter o foco em soluções? Deixe o seu comentário a seguir e compartilhe esta matéria em suas redes sociais! Siga-nos no Instagram!

 

Share This