Skip to content

Venture Capital – Quais as vantagens dos investimentos de risco?

venture capital

Muito se fala sobre investimentos atualmente, inclusive em tempos de crise. Por mais que as circunstâncias sejam complexas, é sempre importante observar qual a melhor maneira de investir o dinheiro. O venture capital, por exemplo, ou capital de risco, tem algumas vantagens que você precisa conhecer. Não é um tipo de investimento para todos os perfis, mas pode trazer grandes retornos em pouco tempo.

O que é o venture capital?

Trata-se de um tipo de investimentos bastante nova no mercado nacional, ou pelo menos ainda não tão conhecida pelo público em geral. Muitas empresas têm apostado no venture capital como forma de alavancar negócios. Aliás, este tipo de investimento está associado a setores específicos, como é o caso das startups.

Ou seja, quem investe em venture capital está investindo também em negócios que têm grande perspectiva de crescimento. Porém, é importante destacar que este tipo de investimento possui seus riscos, assim como qualquer outro, mas é ideal para quem quer resultados substanciais em longo prazo.

Em suma, é um tipo de investimento muito comum entre empresas de pequeno e médio porte, que já possuem um faturamento expressivo, como as startups. É ainda uma novidade para a maioria dos investidores brasileiros. Está presente em segmentos produtivos de grande crescimento, como é o caso de empresas de alta tecnologia, comunicação e inovação.

Private equity, investimento-anjo e capital semente

Certamente, é importante fazer diferenciações do venture capital para outras modalidades de investimentos que também estão presente no universo de empresas de alta performance e nestes segmentos citados acima. Modalidades como private equity, investimento-anjo e capital semente não são sinônimos de venture capital.

A capital semente é um investimento proveniente de uma pessoa jurídica junto a uma empresa em franco crescimento, ainda em fase embrionária. Já o investimento-anjo, apesar de impulsionar empresas também nesta fase, o investimento é proveniente de pessoas físicas ou jurídicas.

venture capital

O private equity trabalha com o capital de grandes empresas, com capital de risco, além de grandes fusões e vendas de grande impacto. O venture capital é um meio termo, já que o capital semente e o investidor-anjo investem em empresas iniciantes e o private equity em grandes capitais. Desta forma, o venture capital tem foco em PMEs em segmentos dinâmicos.

Quais os segmentos de maior interesse ao capital venture?

Apesar de ser considerado um investimento de risco, há muita análise e estudos sobre os segmentos e tipos de negócios que interessam os investidores de capital venture.

Além da análise top-down e mensuração de viabilidade de empresas e cenários, os investidores que optam pelo venture capital geralmente são especialistas em negócios de pequeno e médio portes, negócios de rápido crescimento e setores como tecnologia, serviços financeiros, comunicação, mobilidade, mineração de dados e big data, criptomoedas, agronegócios, saúde, entre outros segmentos produtivos.

Veja também: BPO Financeiro – O que é? Quais as vantagens?

Gostou das dicas sobre venture capital? Deixe o seu comentário e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Siga a OSP Contabilidade no Instagram!

Compartilhe: