5 grandes empresas que morreram por falta de inovação

Muito se fala sobre a necessidade de inovação, mas é preciso que os gestores vão além do discurso e compreendam este elemento tão comum nos tempos atuais do mercado como um fator de sobrevivência dos seus negócios. Inovação é o que mantém as empresas vivas. É uma regra para quem deseja ultrapassar a transformação digital e ter bons resultados nos próximos anos.Continue reading

Era da tecnologia – 5 dicas para a sua empresa sobreviver e ter sucesso

Dizer que vivemos uma era da tecnologia, ou seja, um período histórico altamente impactado pela relação que temos com as novas tecnologias, pelo grande fluxo de dados e informações e pelo desenvolvimento de novos conhecimentos intrinsecamente ligados ao negócio para se diferenciar no mercado, não é necessariamente uma novidade.Continue reading

Foco em Soluções – Por que algumas empresas prosperam enquanto outras sofrem com o mercado?

O sol nasce para todos. Mas será por qual motivo algumas pessoas prosperam enquanto outras sofrem com o mercado? O segredo pode estar no foco em soluções, no ponto de vista dos seus gestores: enquanto muitos patinam para se manterem em um mercado, tentando seguir o fluxo para sobreviver, outros possuem foco em soluções, e não nos problemas.Continue reading

Transformação digital e robotização na indústria – Como os robôs podem aumentar a sua produtividade

A indústria é um dos segmentos mais impactados pela transformação digital e o processo de robotização veio como um caminho sem volta, cheio de oportunidades, que alavanca a produtividade. Processos complexos agora são automatizados e integrados por tecnologias eficientes e inteligentes, que propõem mais resultados, seja pelos processos mais enxutos, pela gestão mais assertiva de riscos, pela agilidade e qualidade na entrega dos produtos.

Industrialização e transformação digital

Os robôs, diferentemente do que se imagina, não chegaram para substituir os trabalhadores, mas para apoiar um projeto de produção mais eficiente e a boa experiência de todos os envolvidos da industrialização, do fornecimento de insumos ao consumidor final. É uma das pautas da transformação digital e uma forte tendência em todo o mundo – veja nesta matéria mais sobre o fenômeno da transformação digital. É também uma tendência para a indústria brasileira em 2019 – veja mais neste artigo.

Transformação digital e robotização na indústria – Como os robôs podem aumentar a sua produtividade

A primeira coisa que se imagina é que um robô seja uma máquina complexa e autônoma na linha de produção. Alguns até são. Mas a robotização começa por softwares com Inteligência Artificial, que dão a máquina a capacidade de aprender, resolver problemas, atuar com menos riscos de falhas e com autonomia, além de gerar dados estratégicos que possam beneficiar o negócio. E para se ter estes benefícios o investimento não é muito grande – outro mito que se tem sobre as aquisições necessários para a transformação digital.

Procura e crescimento

A indústria possui à disposição soluções muito específicas no mercado que podem colaborar com a produtividade da sua empresa. É um mercado em ascensão, que a cada dia disponibiliza produtos e serviços inovadores. E a indústria brasileira parece buscar cada vez mais este tipo de diferencial, já que mesmo em crise, houve um aumento da procura pelos empresários por robotização.

Para se ter uma ideia, em 2016, foram vendidos aqui 1,8 mil robôs industriais no país – algo muito simplório se comparado à China, que vende cerca de 90 mil unidades por ano, e a Coreia do Sul, 40 mil. Mas 2019, a Federação Internacional de Robótica afirma que a indústria brasileira deve adquirir 400 mil robôs industriais.

Os segmentos que mais contemplam estas aquisições são o setor automotivo, indústria química, de alimentos, bebidas e eletroeletrônica, mas todos os tipos de empresas têm apostado em soluções inteligentes para operacionalizar parte de suas atividades, principalmente com foco na produtividade.

Robotização: mais que uma adequação, um diferencial

O aumento da produtividade é uma consequência do uso de robôs na indústria. Mas ele ocorre de diversas formas:

  • Diminui os custos de produção e prevê novos custos.
  • Ajuda a diminuir erros, falhas e contingências em um processo ainda mais padronizado.
  • Oferece mais agilidade e controle dos processos.
  • Otimiza a uniformização dos produtos.
  • Contribui para os processos de controle da qualidade.
  • Permite à empresa maior competitividade em relação aos seus concorrentes.
  • Gera indicadores e métricas para a melhor tomada de decisão.
  • As máquinas podem ter a capacidade de aprender com o processo.
  • Um robô possui um investimento menos que os custos, tributos e taxas da mão de obra humana.
  • Permite que os colaboradores possam desempenhar atividades mais específicas, com tempo e cautela necessários.
  • Entre outras vantagens.

Veja também: Empresas Multinacionais – O que é preciso saber sobre contabilidade para ter melhores resultados?

Gostou das dicas sobre transformação digital na indústria? Deixe um comentário a seguir e compartilhe estas informações em suas redes sociais. Siga-nos no Instagram!

 

Empresas Multinacionais – O que é preciso saber sobre contabilidade para ter melhores resultados?

As empresas multinacionais brasileiras e as estrangeiras atuando no Brasil devem estar um passo à frente no que diz respeito ao universo das tributações, legislações e obrigações, para terem o melhor desempenho, mesmo frente à crise. O país é reconhecido por seus tributos, demandas fiscais e obrigações, mas oferece também muitas oportunidades em diferentes segmentos para empresas deste porte.Continue reading

Indústria 4.0 – O que esperar para 2019? Tendências

O termo Indústria 4.0 não é novo e estamos plenamente inseridos neste conceito. Ele impacta profundamente as empresas, pessoas, rotinas e até mesmo o mindset da sociedade, irremediavelmente. É um caminho sem volta e uma realidade que já está instaurada e que irá se intensificar nos próximos anos. Veja mais sobre este fenômeno a seguir!

O que é a Indústria 4.0?

A chamada Indústria 4.0 nada mais é do que a 4ª onda da Revolução Industrial. Desde 2011, o termo vem sendo usado em todo o mundo para identificar um fenômeno produtivo-social-ecônomico de transformações que marcam um novo período para o mercado e um novo paradigma de produção.

A indústria é marcada pelas inovações tecnológicas nos campos de automação, controle e tecnologia da informação, da conectividade – uma rede de conexões e tecnologias como internet das coisas – inteligência artificial, dados nas nuvens, big data, robotização e várias outras inovações que aceleram o crescimento do mercado, acentuam a concorrência e a busca por novos diferenciais e trazem um novo paradigma para as empresas.

VEJA TAMBÉM: Tecnologia será decisiva no futuro das empresas

Brasil e Indústria 4.0

Para se ter uma ideia, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o número de grandes empresas que utilizam tecnologias da Indústria 4.0 no país cresceu 10% nos últimos 2 anos — subindo de 63% para 73%. Mas os números ainda decepcionam, ainda mais porque o Brasil está atrasado nessa corrida. As pequenas e médias empresas são as que mais sofrem para se adaptar a chamada transformação digital.

Uma das causas do déficit tecnológico é a falta de incentivo e políticas públicas em prol da inovação tecnológica e da carga tributária altíssima sobre as empresas brasileiras, o que acaba impedindo o investimento mais intenso em tecnologia por parte das empresas. Capacitação e mão-de-obra qualificada é outro dos muitos problemas enfrentados.

E 2019 será um ano em que as empresas brasileiras estarão em xeque: será preciso se adaptar e correr atrás, mesmo que ainda precise se recuperar do impacto da crise destes últimos anos.

A boa notícia é que os investimentos tecnológicos não são exorbitantes. É preciso que as empresas, principalmente as pequenas e médias, invistam mais em inteligência de dados, digitalização da cooperação entre fornecedores e parceiros, internet das coisas e inteligência artificial para se manterem sustentáveis e competitivas no mercado.

O limite para esta decisão de investirem em inovação tecnológica é agora, mas é possível ir se adaptando gradualmente. Planejar e pesquisar devem ser o ponto de partida para qualquer negócio que deseja crescer na Indústria 4.0. O segundo passo é a gestão ágil de processos – principalmente os que envolvem inovação.

indústria 4.0

Outro mito sobre a Indústria 4.0 é o grande investimento em troca de maquinário. Não é necessário trocar as máquinas, mas adaptá-las às tecnologias e tornar os processos mais estratégicos. Isso é possível com a coleta contínua de dados e o uso dos mesmos para o próprio benefício da empresa. Coletar dados e mensurar resultados amplia o poder de decisão do gestor.

Outra tendência é tornar a capacitação tecnológica uma prioridade – uma saída para a mão-de-obra escassa. Além disso, todos os setores da indústria podem ser mais ágeis, com tecnologia integrada ao dia a dia destas áreas. Todos os segmentos são impactados pela transformação digital. É o caso do RH, por exemplo, que já consegue recrutar com mais facilidade por diversos meios digitais, integrar as rotinas e dados do trabalhador em tempo real ou permitir o treinamento e capacitação em qualquer lugar e a qualquer momento com recursos EAD.

Como a Contabilidade pode auxiliar a Indústria 4.0?

Outra área que tem crescido consideravelmente e dando apoio a Indústria 4.0 é a Contabilidade. Com recursos inteligentes e especialistas mais alinhados com as novas perspectivas no mercado e com a gestão de alta performance, as assessorias contábeis oferecem soluções enxutas e ágeis, na medida das necessidades da Indústria 4.0.

Os recursos tecnológicos aplicados à Contabilidade transformaram o setor, o que seria quase inimaginável há pelo menos duas décadas. Hoje, o foco é oferecer às indústrias e empresas de todos os segmentos mais informações sobre os seus negócios, para otimizar a tomada de decisão, encontrar oportunidades – seja no mercado ou junto às entidades fiscalizadoras – e tornar toda a rotina corporativa mais dinâmica.

Mais que o intenso uso de recursos tecnológicos, há uma nova forma de pensar e encarar os desafios do mercado – e um exemplo disso é a contabilidade colaborativa, a contabilidade digital, a contabilidade consultiva e outros tipos de atendimento.

O que achou das novidades sobre a Indústria 4.0? Deixe um comentário a seguir e compartilhe estas informações em suas redes sociais!

Inteligência Artificial projeta novos rumos para a Contabilidade

Qual será o futuro da Contabilidade? Esta é uma questão muito comum entre os profissionais deste segmento. Mas deve ser também de gestores e empresários, que buscam atualizar e desenvolver estratégias para este setor em suas empresas ou simplesmente para daqueles que querem ter negócios lucrativos e sustentáveis acima de tudo. De antemão, podemos dizer que a Inteligência Artificial veio para revolucionar todos os segmentos produtivos e áreas do conhecimento, inclusive a Contabilidade.

Inteligência artificial na Contabilidade

A Inteligência Artificial não é uma novidade necessariamente, mas é uma tecnologia que deve se expandir muito na próxima década. E esta expansão se deve a uma aceleração do mercado, à propagação da transformação digital nas empresas e na vida das pessoas e na busca de prever, induzir ou automatizar tarefas.

Inteligência Artificial

Na Contabilidade, mais especificamente na Contabilidade Digital, a Inteligência Artificial vem trazendo benefícios como a redução de custo operacional, melhoria na eficiência, explorando novos produtos e serviços contábeis (como plataformas interativas e assistentes virtuais com habilidades contábeis, por exemplo), apontando caminhos e oportunidades para diferentes tipos de negócios, automação de processos e otimização de preços para corporações, integração de rotinas e processos, mensuração de resultados para a melhor tomada de decisão, entre outras demandas.

Os recursos de Inteligência Artificial aplicados à Contabilidade abrem uma nova fronteira para esta área de conhecimento. A máquina, cada vez mais inteligente, com o poder de aprender, raciocinar, perceber, deliberar e decidir de forma racional, otimizam uma rotina cada vez mais dinâmica, cujo fluxo de informações é a cada dia muito mais intenso. Isso permite o desenvolvimento de soluções contábeis muito mais dinâmicas e a tomada de decisão por parte dos gestores, com resultados mais apurados. Os seus benefícios para as estratégias corporativas são imensuráveis.

Inteligência Artificial aplicada ao desenvolvimento da rotina contábil

Aplicações inteligentes já estão no mercado com a proposta inicial de otimizar as seguintes rotinas contábeis:

  • Calcular tributos de diferentes tipos.
  • Otimizar o planejamento fiscal e tributário.
  • Realizar classificação fiscal de documentos.
  • Facilitar o atendimento inicial do cliente, bem como promover a expansão dos conhecimentos em contabilidade, com soluções de assistência virtual.
  • Análise de comportamento dos indicadores de resultado.
  • Identificação de pontos de auditoria.
  • Fornecer informações estratégias ao cliente para a sua tomada de decisão.
  • Integrar informações e a intercomunicação entre empresas, Estado e profissionais envolvidos na rotina contábil em tempo real, apontando especificidades.
  • Enriquecer serviços de consultoria.
  • Otimizar a alocação de recursos das empresas.
  • Detectar riscos e ameaças.
  • Automatizar os processos internos das consultorias contábeis.
  • Automatizar o relacionamento com clientes.
  • Detectar preventivamente riscos tributários e trabalhistas.
  • Destacar oportunidades de negócio.
  • Entre outras habilidades.

O contador ainda é um profissional de ponta e a Inteligência Artificial veio para contribuir com o seu trabalho e ampliar as suas condições de dar o suporte e a consultoria que seus clientes precisam. É um caminho sem volta, mas com muitas vantagens e um horizonte cheio de oportunidades, para contabilistas e seus clientes.

VEJA TAMBÉM:Tecnologia será decisiva no futuro das empresas

Gostou do artigo sobre inteligência artificial aplicada à Contabilidade? Deixe um comentário a seguir e compartilhe estas novidades em suas redes sociais!

Tecnologia será decisiva no futuro das empresas

A vida das pessoas está cada vez mais ligada à tecnologia. E conforme as expectativas, esta relação com o mundo irá se intensificar muito mais nos próximos 5 anos. E se na esfera da vida privada os dispositivos digitais e a internet já se fazem essenciais, na rotina das empresas é ainda mais fundamental. Nos próximos anos, a tecnologia empregada aos processos não será apenas um diferencial, mas uma necessidade para se manter no mercado.Continue reading

Contabilidade Colaborativa – O que é? Por que isso é tão importante?

Você já ouviu falar em contabilidade colaborativa? Para muitos gestores, este é um termo novo. Para se ter uma ideia, o processo contábil brasileiro refere-se a três níveis institucionais: o escritório de contabilidade (são mais de 62 mil em todo o país), as empresas e o Estado. E nem sempre o fluxo de informações entre estas três instâncias ocorre facilmente ou de maneira adequada, como deveria acontecer.

Continue reading