DIRF 2015 PRAZO PARA APRESENTAÇÃO

download

A Instrução Normativa nº 1.503, de 29/10/2014, dispõe sobre a Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf) e o Programa Gerador da Dirf 2015 (PGD Dirf 2015).

Nos termos do artigo 9º da referida norma legal, a Dirf 2015, relativa ao ano-calendário de 2014, deverá ser apresentada até às 23h59min59s (vinte e três horas, cinquenta e nove minutos e cinquenta e nove segundos), horário de Brasília, de 27 de fevereiro de 2015, observado o seguinte:

I – no caso de extinção decorrente de liquidação, incorporação, fusão ou cisão total ocorrida no ano-calendário de 2015, a pessoa jurídica extinta deverá apresentar a Dirf relativa ao ano-calendário de 2015 até o último dia útil do mês subsequente ao da ocorrência do evento, exceto se o evento ocorrer no mês de janeiro, caso em que a Dirf poderá ser apresentada até o último dia útil do mês de março de 2015;

II – na hipótese de saída definitiva do Brasil ou de encerramento de espólio ocorrido no ano-calendário de 2015, a Dirf de fonte pagadora pessoa física relativa a esse ano-calendário deverá ser apresentada:

a) no caso de saída definitiva, até:

1. a data da saída em caráter permanente; ou

2. 30 (trinta) dias contados da data em que a pessoa física declarante completar 12 (doze) meses consecutivos de ausência, no caso de saída em caráter temporário;

b) no caso de encerramento de espólio, no mesmo prazo previsto no inciso I para apresentação da Dirf relativa ao ano-calendário de 2015.

Continue reading

DIRF 2015 – QUAIS AS NOVIDADES?

duvidas_dirf

Já está disponível na página da Receita Federal o programa gerador da DIRF 2015, no link www.receita.fazenda.gov.br. O programa poderá ser baixado gratuitamente, ele necessário para o processamento das declarações do ano-calendário de 2014.

A DIRF 2015 ano-calendário 2014 deverá ser entregue até às 23h59min59s do dia 27 de fevereiro de 2015 (horário de Brasília). O não envio, ou envio com atraso acarretara em multa, que tem como o valor mínimo de R$ 500,00, no caso das inativas e/ou optantes do Simples Nacional a multa tem como mínimo o valor de R$ 200,00, conforme manual da Receita Federal.

Com exceção das empresas do Simples Nacional o Certificado Digital é item obrigatório para a entrega da DIRF

A obrigatoriedade da declaração será para toda pessoa jurídica e/ou física que pagou ou creditou rendimentos que tenham tido retenção de IR na Fonte, mesmo uma única vez dentro do ano calendário.

 A novidade fica na alteração do limite mínimo de informação para empregados, que mudou de R$ 76.985,10 para R$ 26.816,55 relativos aos rendimentos recebidos em 2014.

 

Veja mais noticias em nosso Blog https://www.ospcontabilidade.com.br

Conheça nosso site https://www.ospcontabilidade.com.br/