Por que o contador é tão importante para as empresas?

Contador_importancia

Na verdade, o fato é que a contabilidade sempre foi levada a sério, mas a questão é que, na maioria dos casos, apenas os gestores de médias e grandes empresas, além dos estudiosos da área de administração, investem na área. Para se ter uma ideia, a contabilidade é considerada como um dos alicerces da administração desde o início dos estudos acadêmicos mais aprofundados na área (administração cientifica). Acontece que, mesmo algumas dessas pessoas não conhecem exatamente todo o potencial de contribuição de um contador para o futuro de uma organização. Resolvemos listar, logo a seguir, alguns dos principais papéis da contabilidade nos diferentes momentos de uma empresa.

Fase embrionária
Nos momentos iniciais de uma empresa, a contabilidade assume uma posição fundamental em diversos campos. Primeiramente, o contador deve participar diretamente na elaboração de qualquer contrato social, momento em que são definidas as participações societárias e o modelo da empresa (EPP, por exemplo). O profissional participa, ainda, da escolha do regime tributário que a empresa adotará para o seu regime social, fato que ocorre anualmente (Simples, Lucro Presumido ou Lucro Real).

Dia a dia
Além de lidar diretamente com a gestão tributária do empreendimento, determinando as melhores formas de compensação, verificando a compatibilidade de processos com a atual legislação, prestando contas com o Fisco (municipal, estadual e federal) e avaliando quais são as possíveis isenções, o contador também assume sua função em qualquer incremento de capital da empresa, seja pela entrada de novos sócios, pela emissão de ações ou, simplesmente, por uma fusão entre empresas. Além disso, ele pode fornecer relatórios precisos acerca da situação patrimonial da organização, ajudando o empreendedor a tomar decisões.

Planejamento estratégico
Por fim, o contador é uma peça-chave durante a elaboração de qualquer planejamento estratégico, já que esse é o profissional mais indicado para determinar, por exemplo, a viabilidade de recursos, a sustentabilidade de projetos (no campo financeiro e econômico), além de definir quais são os possíveis encargos que o empreendedor terá que arcar caso assuma determinada posição.

É comum também ouvirmos que o contador é aquele que faz a empresa render mais, não só por conta da escolha do regime tributário mais conveniente, mas também por ser ele o responsável por conferir todos os créditos tributários — não perdendo as compensações previstas em lei — além de acompanhar os incentivos fiscais concedidos pelos órgãos governamentais que podem e devem ser aproveitados para que o empreendedor viabilize o seu negócio.

Fonte: Sage

Veja mais noticias em nosso Blog https://www.ospcontabilidade.com.br

Conheça nosso site https://www.ospcontabilidade.com.br/

Artigos Recomendados