O plano de negócios é uma ferramenta de gestão essencial para a estrutura de uma empresa. É ao mesmo tempo a mola propulsora do negócio e a sua alma. Milhares de empresas brasileiras fecham todos os anos por falta de planejamento – e conforme especialistas, 48% destas não têm ou nunca tiveram um plano de negócio.

Como você quer atingir ótimos resultados sem saber quais são as suas metas e o caminho que precisa seguir até lá? O plano de negócio coloca em perspectiva toda a definição da sua empresa, a identidade do negócio, sua visão, missão e valores,  bem como informações sobre o mercado, concorrentes, definição de público-alvo, contingências e desafios a serem superados, orçamento, definição de responsabilidades, categorização fiscal, legal e tributária, seus recursos matérias e imateriais, fornecedores, metas (de longo, curto e médio prazo), planejamento estratégico de marketing e cronograma funcional das ações que devem ser realizadas. É ainda muito útil na hora de captar investidores.

plano de negócio

Trata-se de um importante documento, que norteia todo o seu projeto de empresa. É certo que muitos empreendedores ainda possuem dificuldades em desenvolver o plano de negócio de sua empresa e, posteriormente, quando for necessário, ajustá-lo. Pensando nisso, listamos 10 dicas para criar um plano de negócio sugestivo e assertivo, com foco na produtividade e lucratividade.

DESTAQUE: 5 cuidados que você deve ter ao contratar sua contabilidade

Passo a passo do plano de negócios

1) Faça uma reflexão sobre o seu negócio: Defina a ideia de negócio, que será o empreendimento propriamente dito. Será uma empresa de produtos ou serviços? Em que segmento atuará? Que outras empresas servem de referência? Como o negócio funcionará? Dê muitos detalhes sobre tudo, pois isso fará a diferença quando o seu negócio estiver ativo.

2) Faça uma pesquisa de mercado: Saiba tudo sobre o mercado em que irá atuar e as oportunidades que possa aproveitar. Perceba se você tem potencial de viabilidade econômica para implementar o seu negócio, se há clientes em potencial. Você também pode elaborar um plano de negócios com este PDF produzido pelo Sebrae – acesse o link e confira o passo a passo.

3) Crie um plano de negócio estruturado: Uma vez identificada a oportunidade, parte-se para o desenvolvimento do plano de negócios – o documento escrito. Tudo deve ser descrito com detalhes e em etapas, como no arquivo do Sebrae acima citado, por exemplo.

4) Seja simples e direto: Prime sempre pela simplicidade, pois é a sua prática é que dará trabalho. Pense em itens sobre o seu negócio considerando curto, médio e longo prazo.

5) Mapeie a concorrência: Saiba quem são os seus concorrentes – o que fazem, como divulgam seus produtos e serviços, como atuam, quais seus diferenciais, etc. Pelo menos cinco concorrentes bem descritos devem ser citados.

6) Defina o público-alvo: Este item é muito importante, pois refere-se aos consumidores dos seus produtos ou serviços. Pesquise quem são, faixa etária, preferências, gênero, renda e outros detalhes que podem compor esta descrição.

7) Faça um levantamento dos recursos: Para colocar o seu negócio ativo, será preciso captar recursos. Delimite o seu orçamento de modo realista, descrevendo tudo o que será necessário para tirar a sua ideia do papel – recursos físicos, recursos materiais, recursos humanos e assim por diante.

8) Defina o modelo de negócio: O modelo de negócio é a forma como vai atuar no mercado e tem a ver com opções ideológicas e questões burocráticas e fiscais – sobre isso você pode conversar com seu contador de confiança. Esta parte também fala do plano de marketing, do desenvolvimento do produto, da precificação e outras demandas mais específicas.

9) Analise a viabilidade: Ao pesquisar o mercado em que quer atuar, faça testes e analise se de fato o seu negócio, nas condições planejadas, dará certo. Você pode ter clientes pilotos, mas precisará inclusive planejar esta ação. Compare o seu negócio embrionário com outros similares.

10) Revise as informações: Não pense que criar um plano de negócio é simples ou pode ser feito em poucas horas. Faça com calma e revise-o várias vezes. Todos os tópicos precisam estar bem alinhados e integrados.

Veja também: Contas a pagar e a receber: Como fazer o controle

Gostou do artigo? Tem dúvidas sobre plano de negócio? Deixe um comentário!

Share This