Skip to content

Mulher Empresária – 5 lições de empreendedorismo

Mulher Empresária

O empreendedorismo feminino está em alta, aquece o mercado e geram milhares de novas vagas de trabalho todos os anos. Mas há muitas barreiras a serem rompidas. E para a mulher empresária ter ainda mais sucesso, é importante seguir algumas dicas e técnica que fazem sentido para atuar no mercado atual de modo diferenciado. A seguir, veja um pouco mais sobre estas dicas!

Mulher empresária no Brasil

Você sabia que são mais de 30 milhões de mulheres que empreendem no Brasil, fora aquelas que atuam apenas como administradoras. Na pandemia, o empreendedorismo cresceu mais de 30% e no país mais de 45,9% dos empreendedores são mulheres. De 49 países, o Brasil ocupa a sétima maior proporção de mulheres entre os “empreendedores iniciais”, conforme o Sebrae.

Há muito a ser feito e muitas são as barreiras que precisam ser combatidas. Mas o cenário da mulher empresária é esperançoso e o futuro pode ser bastante gratificante. Boa formação, experiência e diferenciais próprios são algumas ferramentas essenciais para superar os desafios. Mas algumas escolhas podem ser muito importantes!

Tenha reservas ao abrir um negócio

É típico da mulher pensar no futuro. E na hora de abrir um novo negócio, é importante não utilizar toda a reserva de uma só vez. Primeiramente, não é necessário fazer uso de toda a sua reserva financeira para isso. Depois, será preciso ter lastro para pelo menos o primeiro ano da empresa.

Assim, tenha um fundo de emergências tanto para a vida pessoal quanto para a sua empresa separadamente. O mínimo do valor para este fundo seria de 3 meses de despesas mensais, mas especialistas indicam 6 meses como uma garantia sólida. O fundo deve ser utilizado em momentos de crise e situações especiais. Lembre-se de que um novo negócio pode dar retorno em até 2 anos e é preciso muito planejamento e reserva financeira para ter estabilidade.

2) Reinvente-se!

Começar um novo empreendimento é começar uma nova fase da vida. Que tal se reinventar? Não apenas no modo de atuar no mercado e trazer uma nova proposta ao público, mas também a si mesma como profissional e mulher.

A mulher brasileira desempenha diferentes papéis e precisam cuidar mais dos seus interesses próprios. Estudar mais, mudar a imagem pessoal, alinhar o dia a dia com o que a faz feliz, trabalhar de forma gratificante, otimizar a sua vida financeira: isso são exemplos de algumas reflexões e ações que a mulher empresária deve fazer. Há sempre como fazer diferente e melhor para si mesma.

3) Conheça o público-alvo

Esta é uma grande lição que todo empreendedor deve reconhecer. Saiba quem são os seus clientes e o público de interesse do seu projeto. Além disso, estabeleça intimidade com este público.

A ideia é gerar ainda mais identificação, para poder fazer mais e melhor e lançar produtos e serviços memoráveis. Reveja todas as etapas da jornada do cliente e liste ações que possam alavancar o seu projeto.

4) Planeje!

O planejamento é a base de qualquer negócio. E para o sucesso de sua empresa, a mulher empresária precisa ter um projeto muito claro e bem definido. O planejamento faz a diferença em todos os momentos do seu negócio e determina o sucesso que deseja ter. Veja nesta matéria mais sobre o planejamento!

5) Seja resiliente!

Além de planejamento, há duas outras etapas de empreendedorismo que devem fazer parte da sua rotina empreendedora: a ação e a constância. Tire o seu plano do papel e parta para a ação, com paciência e resiliência. E mais importante: não desista. Um negócio de sucesso leva tempo para ser construído. Mas isso só acontecerá se tiver ações frequentes todos os dias.

Veja também: Planejamento estratégico para empresas pós-pandemia de coronavírus

Gostou das dicas para mulher empresária? Deixe o seu comentário e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Siga a OSP Contabilidade no Instagram!

Compartilhe: