Skip to content

KPI’s Financeiros – Faça a sua empresa crescer

KPI’s Financeiros

Como é possível saber que as finanças da sua empresa estão em dia e que há crescimento real? Uma dica é fazer uso de KPI’s Financeiros, que nada mais são que indicadores de desempenho desta área tão essencial ao negócio.

Há vários indicadores de desempenho e escolhê-los depende dos aspectos da sua empresa e das estratégias adotadas. A seguir, conheça alguns KPI’s Financeiros interessantes para medir a eficiência das suas atividades.

O que são KPIs financeiros?

KPI significa Key Performance Indicator, ou seja, Indicadores-Chave de Desempenho. Servem para medir o resultado, desempenho e performance das ações e estratégias adotadas por uma área ou empresa. São imprescindíveis para saber se há o retorno esperado para o alcance da meta estratégica da empresa.

Com eles, é possível, desta forma, saber se há desempenho na área financeira do negócio em diferentes perspectivas. São vários e é importante saber escolher e aplicar.

A importância do indicador e métrica

Em resumo, vale dizer que um indicador é composto por outras métricas. O seu foco é medir o desempenho de ações táticas da empresa. Já uma métrica é um dado bruto, que exige menos análise do que a de um indicador. Em ambos os casos, há cálculos específicos.

Desta forma, em resumo, pode-se dizer que os KPIs financeiros são utilizados de uma maneira mais estratégica, e envolve um plano tático. E as métricas os complementam.

Principais KPI’s financeiros e suas funcionalidades

Confira a seguir alguns KPI’s financeiros importantes e como calculá-los:

Geração de caixa

Aponta o valor líquido gerado em um determinado período do exercício. Ele pode ser positivo ou negativo, representando uma performance baixa ou alta e a liquidez do negócio a partir da geração de caixa e pagar seus dividendos.

Cálculo:

saldo médio de caixa / vendas feitas = valor líquido

Rentabilidade

Este é um dos indicadores financeiros mais importantes. Mede o tanto que os investimentos renderam para sua empresa. O dinheiro investido, com o tempo, começa a gerar uma rentabilidade, e deseja-se saber qual é essa rentabilidade.

Cálculo:

lucro líquido / investimentos x 100 = % de rentabilidade

Lucratividade

Se a rentabilidade busca entender quanto rendeu um investimento para sua empresa, a lucratividade apresenta o lucro da sua empresa em um período.

Cálculo:

lucro líquido / receita bruta x 100 = % de lucratividade

Custos

Referem-se aos gastos que a empresa tem para realizar as suas atividades. É o valor pago ao que é necessário para a produção de bens ou serviços.

Cálculo:

Soma de todos os gastos

Faturamento

Indica o resultado do volume de vendas da empresa

Cálculo:

Soma de todas as receitas obtidas no período

Ticket médio

É um indicador de desempenho muito relevantes, o qual já detalhamos neste artigo. É o valor médio das suas vendas. É importante para criar estratégias de vendas e compreender melhor os clientes.

Cálculo:

faturamento bruto / total de vendas

Margem bruta

Apresenta a porcentagem de rentabilidade nos produtos e serviços comercializados. É importante inclusive para a precificação de produtos e serviços.

Cálculo:

lucro bruto / receita total x 100 = % de margem bruta

Margem líquida

É o resultado de quando se diminui todas as despesas envolvidas na produção da sua receita. É quanto de lucro você tem para cada real gasto.

Cálculo:

Lucro líquido após os impostos / Receita total x 100

Margem de contribuição

Representa o lucro de cada venda. Aponta quais produtos e serviços geram maior rendimento.

Cálculo:

total de vendas – custo e despesas dos produtos vendidos

EBITDA

Tem a ver com a performance e a produtividade das atividades operacionais da empresa sem considerar as influências externas.

Cálculo:

receitas e lucros operacionais / soma das despesas, da depreciação e da amortização

KPI’s de demonstrações contábeis

Para finalizar, veja dois indicadores de demonstrações contábeis muito importantes para a sua empresa:

Demonstrativo de Fluxo de Caixa (DFC) – Apresenta resultados através de outros KPI’s, como por exemplo, indicadores como geração de caixa, resultado líquido e faturamento. Permite saber quais foram as entradas e saídas de dinheiro que ocorreram em um período específico

Demonstrativo de Resultados de Exercício (DRE) – Tem a ver com a competência da empresa. Nele, estão indicadores como margem de contribuição, EBITDA e outros

Veja também: Reembolso de Despesas – Como criar uma política em sua empresa?

Gostou das dicas sobre KPI’s financeiros? Deixe o seu comentário e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Siga a OSP Contabilidade no Instagram!

Compartilhe: