Skip to content

Criptomoeda – Vale a pena investir? Como funciona?

criptomoeda

A criptomoeda é um tema que sempre está presente em jornais e artigos pela internet como a mais recente forma de investimento rentável. Fala-se sobre um tipo de investimentos muito seguro e com astronômicas perspectivas de lucro. Especulações à parte, será que é isso mesmo? A seguir, saiba mais sobre o que é criptomoeda, como investir e qual o futuro deste tipo de investimento.

Afinal, o que é criptomoeda?

As criptomoedas, ou “moedas da internet”, são um tipo de moeda virtual, muito parecida com a moeda impressa, mas que tem na criptografia o seu meio de manter-se mais segura. Ela é a base de existência da criptomoeda.

A criptomoeda também tem números de série ou listras ocultas para evitar falsificações, que no caso são códigos exclusivos e muito difíceis de serem alterados. E assim como o dinheiro impresso, há muitos tipos de criptomoedas.

Assim como qualquer tipo de moeda, a criptomoeda pode ser utilizada no intercâmbio de bens e serviços. Não se trata de um modismo e nem funciona apenas em compras virtuais – apesar de ser muito usada neste tipo de consumo.

Também não se trata de um tipo de investimento escuso. Empresas como Microsoft, Dell, Tesla, WordPress, Soundcloud e outras já aceitam a criptomoeda em pagamentos, inclusive de bens físicos.

Vantagens das criptomoedas

Há uma grande diversidade de criptomoedas no mercado, que permitem fazer transações comerciais pela internet sem usar o dinheiro convencional ou pagar tarifas para instituições bancárias ou financeiras. Também dão mais segurança frente à roubos e à inflação, pois contam com mais protocolos de segurança.

No mercado, são mais rentáveis e mais caras que as moedas comuns. Podem ser trocadas por dinheiro físico e a criptomoeda mais famosa é a Bitcoin. A Ether (ETH), da Ethereum é a segunda criptomoeda mais valiosa.

criptomoeda

Possui um futuro promissor, uma vez que todo tipo de transação comercial é efetivado no universo digital. Isso é uma tendência em todo o mundo. Ainda é algo recente e que causa dúvidas em muitos investidores.

Como são moedas virtuais, os governos não conseguem interferir ou taxar este tipo de investimento e nem sempre aceitam em determinados países. Mas muito se tem feito para o licenciamento de moedas a fim de ultrapassar as incertezas.

Quem investe em criptomoeda?

Qualquer pessoa pode investir em criptomoedas, mas é sempre importante estudar e conhecer bem um investimento antes de colocar o seu dinheiro. Empresas também podem investir em criptomoedas para aumentar o seu capital. Empresas como MicroStrategy e Tesla há anos investem em criptomoedas.

Contabilidade para criptomoeda

Como é um investimento, há obrigações em relação à criptomoeda. Isso porque segundo a CVM – Comissão de Valores Mobiliários da Receita Federal do Brasil e do Banco Central, as criptomoedas são consideradas valores mobiliários, ou seja, títulos que geram remuneração.

Deste modo, são vistas como investimentos de pessoas jurídicas. Desde 2019, há normas referentes à declaração de criptomoedas. É o caso da Instrução Normativa RFB n° 1.888, de 03 de maio de 2019, que orienta sobre a obrigatoriedade da prestação de informações à Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB) decorrente de operações realizadas com criptoativos. Ou seja, as criptomoedas também devem ser declaradas no Imposto de Renda.

Não há uma determinação sobre as demonstrações destes ativos, mas é importante conversar com o seu contador sobre como agir em segurança, como realizar a declaração e quais as novidades da contabilidade para criptomoedas, pois é esperado que novas determinações surjam.

Veja também: Filmes sobre Contabilidade – 10 filmes para se inspirar

Gostou das dicas sobre criptomoedas? Deixe o seu comentário e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Siga a OSP Contabilidade no Instagram!

Compartilhe: