Como Abrir uma Empresa Passo a Passo | OSP

Dicas de contadores de como abrir uma empresa passo a passo!

Brasil, um país de empreendedores

O número de empresas abertas no Brasil vem crescendo ano a ano. Segundo o Serasa Experian, chegamos a quase 2 milhões no ano de 2014, somos uma das nações mais empreendedoras do mundo.

Em tempos de crise econômica, esse número tende a crescer ainda mais, porque além de incentivar a criatividade e a inovação, cresce também o empreendedorismo por necessidade. O número de pessoas que deseja abrir seu próximo negócio chega a mais de 70% do número de trabalhadores.

Confira a seguir as etapas e informações para a abertura de uma empresa e fique ainda mais próximo do seu sonho de empreender.

Primeira Etapa: Atividade pretendida, endereço, tipo de empresa, sócios e capital social.

Inicialmente defina qual será o ramo de atividade do seu negócio, seja comércio, serviço, indústria, esse é o passo inicial para iniciar o processo da abertura da sua empresa e de extrema importância. Além de influenciar diretamente na apuração dos tributos, em se tratando de optantes pelo Simples Nacional, ela determinará as atividades que sua empresa poderá explorar e consequentemente descrevê-las na hora da emissão da Nota Fiscal.

Definido a atividade pesquise o endereço, a localização faz a diferença e é importantíssima para que sua empresa funcione legalizada.

Próximo passo definir o tipo de empresa, que poderá ser:

– Empresário Individual (EI) – Empresa de único sócio. Ele responderá com seu patrimônio de forma ilimitada em caso de dívidas. Atualmente por esse motivo, essa modalidade é pouco escolhida por empreendedores.

– EIRELI – Na EIRELI, também trata-se de empresa de único sócio, porém ele não responde com seus bens pelas dívidas da empresa de forma ilimitada. Existe a necessidade do capital social mínimo de R$78.800,00 para essa modalidade de empresa, que pode ser integralizado em bens ou moeda corrente.

– LTDA – Sociedade limitada é formada por dois ou mais sócios que contribuem com moeda ou bens avaliáveis em dinheiro para formação do capital social. A responsabilidade dos sócios é restrita ao valor do capital social, que pode ser de qualquer valor.

A partir da definição do tipo de empresa, escolha quem será seu sócio, se for o caso e definam juntos o valor do capital social da empresa.

A melhor escolha depende de um estudo prévio. Aqui na OSP, nossos contadores estão sempre prontos para prestar todo apoio necessário nessa etapa importante.

VEJA COMO PODEMOS AJUDÁ-LO. CLIQUE AQUI!

Segunda Etapa: Regime de Tributação

O regime de tributação é que determina a carga tributária da sua empresa. Existem 3 principais opções conforme veremos a seguir:

– Simples Nacional – sistema simplificado onde os impostos são pagos numa única guia e variam entre 4,5% e 19,5% sob o faturamento e de acordo com a atividade. A contribuição providenciaria também é calculada de forma diferenciada nessa modalidade. Pode optar por essa sistemática empresa com faturamento até R$ 3.600.00,00 ao ano. Empresas que exploram determinadas atividades também não poderão optar pela sistemática simplificada. Existem outras particularidades ao Simples Nacional. Em breve disponibilizaremos material completo sobre o tema.

Lucro Presumido – válido para qualquer atividade, o recolhimento dos tributos sobre o faturamento é recolhido em Guias individuais que juntos somam cerca de 16,33%. O imposto e renda e a contribuição social sobre o lucro, são calculados sobre um lucro que é presumido de acordo com a atividade explorada.

Lucro Real – nesse regime o valor do imposto de renda e contribuição social sobre o lucro são calculados sobre o resultado obtido pela empresa em determinado período (lucro ou prejuízo). Não há limite de faturamento para essa sistemática e geralmente é adotado pelas grandes empresas, além daquelas que se encontra em momento onde essa opção é vantajosa.

Nossa equipe de contadores especialistas esta pronta para realizar o estudo completo da operação do seu negócio e ajudá-lo a fazer a opção pelo modelo mais adequada no momento da constituição da nova empresa. Após a abertura, constantemente realizamos o acompanhamento da operação, sempre visando manter o seu negócio no regime mais vantajoso.

Terceira etapa: Documentos necessários

Depois de superado as etapas anteriores, é hora de juntarmos os documentos e iniciar a realização do seu sonho!

  • RG e CPF dos sócios
  • Certidão de Casamento (se for o caso)
  • Comprovante de endereço (dos sócios)
  • Número da Inscrição Imobiliária do endereço da empresa (carne IPTU)

 

A OSP Assessoria Contábil já abriu centenas de empresas, que superaram as adversidades que o mercado atual nos impõe e hoje são empresas prósperas.

Entre em contato com a gente! Será um grande prazer poder ajudá-lo a escrever a sua história sucesso!

VEJA COMO PODEMOS AJUDÁ-LO. CLIQUE AQUI!

Conheça nossos serviços Clique aqui.