Não é difícil encontrar marcas tão bem difundidas e trabalhadas que seu nome é associado ao próprio produto, mesmo quando estamos lidando com produtos de outras marcas, usamos o nome da mais famosa para caracterizar. Bem, esse é o cenário que toda a marca deseja, estar tão presente na vida de seus consumidores que ela é torna-se o próprio produto, a referência.

Mas, antes de falar sobre isso um pouco, vamos permear sobre os principais conceitos de branding e gestão de marcas.

O QUE É UMA MARCA?

Você pode pensar, naturalmente, que o conceito de marca é algo mais ligado a um logotipo ou a simbologia por trás de um determinado nome, contudo sua definição vai além dessa visão limitada, os produtos, os valores, seus processos, tudo a respeito da empresa é transmitido pela marca.

A marca em si é como a empresa se expressa para o mundo e como os seus clientes devem interpretá-la. É uma percepção que resulta de todo o background de um determinado indivíduo e do seu estado de espírito. Logo, podemos de dizer que a marca é a foto da identidade de uma companhia que vai além do visual.

BRANDING

Agora que já sabemos o que é uma marca, podemos falar sobre sua gestão e como ela chega em seu ponto máximo, e é disso que o branding trata. É uma metodologia de gestão de marcas. Nela acontece uma espécie de “alinhamento de discursos”, vai-se criar uma coerência no que concerne a identidade da empresa e nas informações emitidas verbais e visuais.

Dentro desse “alinhamento”, estão diversas áreas do conhecimento que comente juntas são capazes de emitir o que uma empresa realmente quer comunicar com sua marca. Estão presentes o design, a comunicação, o marketing e propaganda, a antropologia, a psicologia, entre outras ciências. Somente assim é possível interpretar a marca como algo extremamente multifacetado, como de fato o é, e transmitir para ao cliente as impressões e sentimentos que giram em torno dessa.

COMO CONSTRUIR E GERIR UMA MARCA DE SUCESSO?

Agora que já falamos sobre os principais conceitos que circundam o branding, podemos falar sobre como aplica-lo na construção e gerenciamento de uma marca de sucesso.

CONHEÇA O SEU PÚBLICO

Antes de criar algo sempre saiba para qual público ele vai ser direcionado. Pensemos nos produtos, quando algo é criado para sanar uma necessidade, como, por exemplo, uma luva de box, todo o marketing, ações, publicidade, arte, dentre outros detalhes necessários para vender um produto, estarão voltados para atingir o público consumidor, que são lutadores de box.

Não é muito diferente da construção visual e conceitual de sua marca, a fim de conquistar um público mais jovem, pode-se apostar no ousado, mas cores fortes, na cultura pop atual; já se o foco da empresa é um pessoal mais maduro, a abordagem pode ser totalmente diferenciada.

SEJA CRIATIVO

Não basta criar aleatoriamente e imaginar que o impacto causado por sua campanha tenha resultados positivos para o posicionamento da sai marca. É necessário usar muita criatividade e, como dito anteriormente, conhecer bastante seu público alvo para conseguir ter um amplo alcance e, não somente, fixar na mente das pessoas.

Mesmo que seja um produto completamente usual e presente no dia a dia das pessoas, sempre há uma maneira de inovar e atingir as pessoas de uma forma totalmente nova, criando no seu público alvo a vontade de ser representado pela sua marca, utilizando experiências intangíveis – suas emoções – é possível transmitir essa sensação para seus clientes que somente é proporcionado por sua marca.

COMUNICAÇÃO

Bem, não adianta dar conta dos dois itens anteriores, estudar seu público alvo, entender seus anseios e sentimentos; criar o conteúdo ideal para alcança-los e fazê-los sentir-se exatamente como a proposta de sua marca se não conseguir chegar até eles de forma efetiva e na hora certa.

É preciso saber comunicar a sua ideia ao público, fazê-los se engajar com a proposta que está tentando transmitir em por fim imprimir as ideias e valor da sua ideia.

Bem, como pode ver, fazer a gestão de uma marca não é tão simples, existem diversas facetas sociais e criativas na criação e gestão de uma determinada marca. Além disso, há sempre a necessidade de fazer um acompanhamento minucioso do seu branding, avaliando as estratégias utilizadas frente às métricas usadas para monitorar o acompanhar o crescimento de sua marca.

Agora que você já entende um pouco mais sobre o que envolve o branding, basta jogar-se no mercado e dar sempre o seu melhor para a construção da identidade da sua empresa.

 

Share This