Skip to content

10 lições que você pode aprender com as Empresas Unicórnio

empresas unicórnio

Você já ouviu falar de empresas unicórnio? Atingir a marca de U$ 1 bilhão em tempo recorde é uma das principais características deste tipo de empresa. E com certeza, é o sonho de muitos empreendedores. A seguir, acompanhe 10 lições sobre as empresas unicórnio que podem ser úteis em seu modelo de gestão.

O que são as empresas unicórnio?

As empresas unicórnio são geralmente startups, que atingiram a marca de US $1 bilhão em valor de mercado, muito rapidamente. Deste modo, têm características específicas de startups, com um plus a mais.

De fato, não vemos unicórnios facilmente, pois, afinal, são seres mitológicos. O termo empresa unicórnio foi cunhado pela investidora americana Aileen Lee para designar um feito grandioso: o crescimento enorme de valor de mercado em curto período de tempo, algo raro inclusive a marcas sólidas.

Para se ter uma ideia, em todo o mundo, há apenas 500 empresas unicórnio. Além disso, 70% estão nos Estados Unidos ou na China. Contudo, vale dizer que o Brasil está no páreo para ter cada vez mais empresas deste tipo. É o caso da Nubank, Loggi, 99 (primeira unicórnio brasileira), Creditas, Ebanx, Gympass.

Veja a seguir algumas dicas e características comuns às empresas unicórnio e se inspire!

1) Seja uma startup

As empresas unicórnio são essencialmente startups. Isso significa um modelo que permite um crescimento muito rápido em pouco tempo, baseado em investimentos iniciais sólidos.

Possuem uma proposta inovadora ainda em seu cerne. Além disso, são baseadas em investimento de risco – como Venture Capital e Private Equity – e fazem parte de um ecossistema próprio. Se a sua empresa é uma startup e visa estas condições, este é o primeiro passo para se tornar uma empresa unicórnio.

2) Aprenda com a história das empresas unicórnio

Outra dica é aprender como essas empresas cresceram tão rápido e são tão valiosas. O segredo está na sua história: qual o segmento em que atua, quais seus diferenciais, que tipos de investimento recebeu, em que ecossistema se enquadra, etc.

Por exemplo, a Vtex foi a segunda startup a se tornar unicórnio, em 2020. A startup de e-commerce já existia, mas fez uma nova rodada de investimento, durante a pandemia. Isso a levou a US$ 1,7 bilhão em valor de mercado.

Esta decisão foi fundamental para o seu crescimento. Agora, o aporte deve ser usado para oferecer mais inteligência artificial nas suas soluções – a empresa tem a inovação em seu DNA. Há vários exemplos a serem analisados.

3) Pensar globalmente

Assim como toda startup, a visão global é importante para se tornar uma empresa unicórnio. Pensar para além das barreiras comerciais e aproveitar o que cada mercado tem a oferecer, expandindo os seus territórios e possibilidades é outra forma de crescer rápido.

empresas unicórnio

Essa deve ser uma mentalidade embrionária. Por isso, conhecer os processos de internacionalização e entender que essa solução é para todos os tipos de negócios – inclusive microempresas – é um primeiro passo.

4) Não existe fórmula secreta para ser uma empresa unicórnio

Realmente, cada empresa que chegou ao status de empresa unicórnio tem a sua própria jornada para isso. Isso é desafiador, mas muito gratificante. Aprender com a história de outras startups é muito útil, mas é preciso criar um modelo de negócio único, que funcione para a sua empresa.

5) Compreenda como funcionam as rodadas de investimentos

Investimentos são a base de crescimento das empresas unicórnio. Há vários tipos de investimentos, mas em geral são de risco. Logo, é importante criar uma trajetória de funding muito assertiva, como um processo contínuo de atração de potenciais fundos e investidores.

A dica é que os gestores mapeiem periodicamente as possibilidades previamente, otimizando o processo de investimento e considerando os momentos certo de levantar fundos e novas rodadas.

6) Tenha foco

Manter um negócio bem desenhado, com um planejamento bem descrito e pontual, com foco no problema do seu público e nas metas de crescimento estabelecidas para a empresa deve ser sua prioridade.

7) Seja fiel aos acordos jurídicos

As startups abrem-se ao mercado muito facilmente e faz acordos importantes desde a sua fase embrionária. Por isso, para evitar riscos e problemas futuros, é importante criar acordos muito claros e que protejam a saúde do negócio.

Documentos como o Contrato Social e Acordo de Sócios, Termos de Uso e Política de Privacidade, Registro de marca e software, Contratos com Parceiros, fornecedores e mentores, Contrato com os colaboradores devem ser acompanhados por um especialista a todo momento.

O mesmo vale dizer para a parte contábil do seu negócio: opte por uma assessoria contábil que seja especializada em startups e empresas de TI e que ofereça um modelo consultivo de atendimento. É o caso da OSP Contabilidade.

8) Dê atenção ao produto

Uma empresa unicórnio é orgânica e flexível. Adapta-se e se renova conforme a necessidade de seu público. Em geral, este tipo de empresa responde rapidamente ao mercado, apesar de ter um modelo simples e prático de negócio.

Esteja disposto a adotar mudanças que façam diferença na vida do consumidor e no desenvolvimento da própria empresa.

9) Seja inovador

O sucesso das empresas unicórnio por terem um projeto de negócio fora da curva desde o início. Ou seja, fazer diferente e oferecer soluções inovadoras às pessoas e empresas.

10) Invista em talento humano

Crie um time de talentos que possam de fato contribuir com o projeto do seu negócio. Além de escolher os melhores profissionais do mercado, invista em treinamento e atualização constante e em uma cultura organizacional humanizada e que permita a liderança e a aprendizagem contínua para o desenvolvimento de diferenciais de mercado.

Veja também: Aprendizados da COVID-19 e novas metodologias de gestão de negócios

O que achou das dicas sobre empresas unicórnio? Compartilhe estas ideias em suas redes sociais! Deixe um comentário com as suas dúvidas e considerações. Siga a OSP Contabilidade no Instagram!

 

Compartilhe: